RASTRO

2022

Inspiradas na vivência dos designers em Itabira, cidade mineradora, terra de Carlos Drummond de Andrade, que também inspirou na criação das peças com seu poema “Tinha uma Pedra no Meio do Caminho”.


Neste cenário, foram criadas duas mesas que resgatam a pedra bruta Amazonita, com toda a sua riqueza de cores, veios e texturas, já que é uma pedra bastante contaminada por outros minerais, como Granada, Hematita, Quartzo, entre outras. Este mineral é abundante em Minas Gerais, tornando a sua preciosidade um lugar ocupado no simbólico.


Pedras irregulares são colocadas umas sobre as outras por meio de uma barra maciça, que formam os pés. O tampo em vidro incolor tem o formato orgânico, trazendo a leitura de irregularidade das peças.

Conjunto inclui:

Mesa Lateral: 60x52x45H cm

Mesa de Centro: 137x90x30H cm

 

Descrição: Mineral Amazonita, alumínio e vidro temperado.